Portal do Governo Brasileiro

Educação inclusiva foi tema de Conferência Municipal de Educação

cona taboao 1

A inclusão efetiva de alunos com deficiência sempre foi uma das bandeiras levantadas pela Prefeitura de Taboão da Serra durante as gestões do prefeito Fernando Fernandes. Neste sentido, a Secretaria de Educação, Ciência e Tecnologia promoveu no dia 28 de novembro a Conferência Municipal de Educação, que teve como tema “Educação e diversidade: democratização, direitos humanos, justiça social e inclusão”. O tema é um dos oito eixos que constam no Documento-Referência da Conferência Nacional de Educação (CONAE 2018).

À ocasião, diretores e vice-diretores de escolas, professores municipais e estaduais, coordenadores pedagógicos e supervisores de ensino se reuniram no Cemur para debater o tema que é sempre atual e necessário. Também estiveram presentes, o vice-prefeito Laércio Lopes, a dirigente Regional de Ensino Maria das Mercês Bighetti, a secretária adjunta de Saúde Dra. Alexandra Lara e representantes das Faculdades FECAF e Anhanguera, e a médica do Centro de Atenção Psicossocial Infanto-Juvenil (CAPSi), Dra. Maria Solange Gosik.

 

cona taboao 2

Durante o encontro, o secretário de Educação, Prof. João Medeiros, apresentou um balanço com o número de alunos com deficiência inclusos na rede municipal de ensino, número de atendimentos prestados, dentre outros dados. “Este ano focamos neste eixo de educação inclusiva, porém com uma perspectiva diferente. Chega de falar que a educação inclusiva é difícil, que é complicado ensinar matemática, língua portuguesa ou inglesa para estas crianças. Fazendo isto, apenas reiteramos o discurso da discriminação”, afirmou o secretário. “A questão das crianças incluídas na escola é que acima de tudo, além dela ser o sujeito de direito, ela também tem o direito de ser respeitada e de ter uma educação de qualidade.”, declarou Prof. João Medeiros.

Ao longo do ano, as escolas trabalharam com esta perspectiva e na última semana, cada escola apresentou a equipe de gestão da secretaria uma experiência de sucesso na educação inclusiva. Um destes trabalhos foi apresentado em vídeo durante a Conferência. É a história do aluno Kauã Jesus Gomes Carvalho, de 11 anos, que estuda desde pequenino na EMEF Profa. Ester Cordeiro de Souza. O garoto que é deficiente visual teve acesso ao conteúdo da plataforma digital “Árvore de Livros”, através de um gesto simples adotado pela facilitadora de informática Nathane de Castro. A facilitadora instalou no computador da escola um plug-in de áudio descrição chamado TextAloud, o que permitiu que o jovem pudesse ouvir diversas obras literárias que estão disponíveis na plataforma. A Árvore de Livros está disponível nas escolas através de uma parceria entre a Secretaria de Educação e a Fundação Lemann.

cona taboao 3

A conferência contou ainda com apresentações de dança feitas por pessoas atendidas no Centro de Integração e Apoio ao Deficiente Visual e Auditivo (CIADEVA). Ao som de músicas como “Summer Nights”, a atuação rendeu muitos elogios e aplausos. “Todas as experiências de sucesso apresentadas pelas escolas são de arrepiar. Tenho certeza que estamos no caminho certo para uma educação inclusiva com cada vez mais qualidade, que respeita as limitações da cada aluno, mas que tem empatia e olha o próximo como alguém capaz e que pode superar limites e barreiras”, finalizou Prof. João Medeiros.

 

Fonte: http://www.ts.sp.gov.br/imprensa/noticias/educacao-inclusiva-foi-tema-de-conferencia-municipal-de-educacao/ 

 

Compartilhar

  • Google Plus
  • WhatsApp